Itaquera em Notícias Publicidade 1200x90
26/02/2024 às 21h00min - Atualizada em 29/02/2024 às 00h13min

Dia Nacional do Livro Didático: o que celebrar?

Mesmo em meio aos avanços tecnológicos, o livro didático mantém-se como ferramenta ímpar no processo de ensino

Instituto Âncora Educação
Divulgação
Por Paula Cardoso*

No dia 27 de fevereiro é celebrado o Dia Nacional do Livro Didático. Mesmo em meio aos avanços tecnológicos e às inúmeras opções de recursos educacionais atualmente disponíveis, o livro didático mantém-se como ferramenta ímpar no processo de ensino e aprendizagem, então não podemos deixar essa data passar em branco!

É oportuno refletir sobre o papel que essa obra desempenha no cotidiano escolar. O livro didático tem sido fiel companheiro de professores e alunos, guiando-os em suas jornadas de conhecimento. Além disso, permanece sendo um instrumento com conteúdo organizado e sequencial, sempre à mão do educador. Como é organizado para cobrir os tópicos essenciais dos currículos de forma progressiva e acessível, desempenha o papel de facilitador do planejamento dos professores, além de ser considerado uma opção acessível quando comparado a outras formas de materiais, o que permite que, independentemente da situação socioeconômica, o aluno tenha a oportunidade de aprender.

O livro didático, porém, deve ir muito além desses aspectos quando pensado em uma educação personalizada e significativa. É nessa perspectiva - de levar alunos que são desacreditados em seu futuro profissional e de vida a terem a consciência de que são pessoas com potencial - que nasceu no Instituto Âncora Educação o livro “Histórias do meu lugar - conhecer para preservar.” Suas páginas abordam as narrativas pessoais, onde os estudantes compartilham suas vidas, sonhos e perspectivas para o futuro.

Os textos contemplam com uma maestria magnífica a imaginação e determinação desses jovens. O livro é o resultado de uma abordagem personalizada, de uma educação que promoveu o engajamento dos alunos, ampliou suas aprendizagens e mudou suas formas de ver o futuro, desempenhando assim o verdadeiro papel da educação – como um bom livro didático deve fazer!


*Paula Cardoso é graduada em Educação Infantil (UFV) e especialista em Práticas Pedagógicas (UFOP) com ampla experiência na área de gestão, formação e capacitação de profissionais na área da Educação Pública. Atua como professora no Instituto Âncora Educação.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.