Itaquera em Notícias Publicidade 1200x90
27/02/2024 às 15h09min - Atualizada em 29/02/2024 às 00h05min

Mudanças de tempo aumentam crises respiratórias

Lavagem nasal é fundamental no combate das famosas ‘ites’ e alergias

Larissa Haddock Lobo Luz
Divulgação

Segundo dados da GBD (Global Burden of Disease), os problemas respiratórios ocupam a quinta posição entre os principais fatores de risco de morte em todo o mundo. Embora algumas enfermidades sejam mais prevalentes no inverno, as chamadas doenças sazonais podem surgir em diferentes épocas do ano, especialmente em períodos de instabilidade climática e transição entre estações. E é justamente o que grande parte do Brasil está percebendo nesta época do ano. Ao questionarmos os efeitos dessas alterações climáticas, é possível enumerar uma série de enfermidades associadas a esse fenômeno:

  • Resfriado – tem como característica ser mais inflamatório, sendo comum, dores de garganta, cabeça e coriza.
  • Gripe – é causada pelo vírus influenza e apresenta sintomas mais fortes que os resfriados, como febre alta, dores no corpo, indisposição e obstrução nasal.
  • Rinite – é uma inflamação do revestimento interno do nariz e os sintomas têm início minutos após o contato com o alérgeno (substância que provoca a alergia), na maior parte das vezes, poeira doméstica e ácaros.
  • Sinusite – é uma inflamação nos seios da face, quatro cavidades de cada lado, localizadas dentro dos ossos.

Além dessas, podemos citar também: asma, bronquite e faringite.

Mais do que nunca, em momento como este, a atenção à saúde respiratória torna-se ainda mais crucial. Diante desse cenário, a lavagem nasal emerge como uma prática eficaz para aliviar desconfortos e prevenir doenças respiratórias. Segundo os médicos, a higiene nasal, por meio do uso de soro fisiológico ou cloreto de sódio, revela-se uma técnica simples e benéfica. A limpeza adequada do nariz não apenas promove a descongestão, aliviando o ressecamento das vias aéreas, mas também contribui para a hidratação da mucosa nasal, reduzindo a irritação e proporcionando maior conforto.

Estudos indicam que a lavagem nasal é uma opção saudável e eficaz para manter a saúde das vias respiratórias. Diversos produtos disponíveis nas farmácias desempenham esse papel, entre eles o NasalFree Alto Volume (MedQuímica), que atua mecanicamente sobre a mucosa nasal, fluidificando e removendo o muco, resultando na descongestão local. Um estudo publicado no Asian Pacific Journal of Allergy and Immunology ressalta que lavagens nasais de alto volume, como as proporcionadas pelo NasalFree Alto Volume, têm sido uma opção positiva, especialmente para crianças.

O NasalFree Alto Volume da MedQuímica, por exemplo, apresenta um kit completo com frasco aplicador e 30 sachês de cloreto de sódio 0,9% na forma em pó, sem conservantes. Também pode ser encontrado o refil com apenas 30 sachês com custo-benefício para o consumidor. O produto, além de fluidificar e descongestionar, também hidrata a mucosa nasal, proporcionando alívio e bem-estar no cuidado diário das vias respiratórias, segundo especialistas. 

Sua utilização é descomplicada: basta diluir o conteúdo do sachê em 240ml de água filtrada ou fervida por 5 minutos, mantendo a solução em temperatura morna para utilização. O procedimento inclui inclinar suavemente a cabeça para o lado e inserir o bico do frasco na narina, permitindo que a solução flua de uma narina para a outra. Especialistas afirmam que não há um limite máximo de lavagens diárias, sugerindo que, quanto mais frequentes, melhor. Para fins preventivos, recomenda-se realizar duas lavagens por dia, mas, em casos de congestionamento nasal, aumentar para quatro ou repetir até que o desconforto diminua.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.