30/09/2021 às 09h11min - Atualizada em 30/09/2021 às 12h50min

Conheça as principais tecnologias de suporte ao trabalho híbrido que têm atraído investimentos de empresas

Pesquisas revelam que muitas organizações e profissionais não estão preparados e nem otimistas com o trabalho remoto permanente

SALA DA NOTÍCIA Elabore Estratégia
Edgar Garcia, Diretor Comercial da UiPath para a América Latina. Foto: Divulgação

É fato que a pandemia da Covid-19 alçou o trabalho remoto de tendência à uma norma em muitas empresas ao redor do mundo.  No entanto, algumas pesquisas revelam que muitas organizações e profissionais não estão preparados e nem otimistas com o trabalho remoto permanente.  Exemplo disso, são as pesquisas da Salesforce e da PwC, realizada no início deste ano com executivos dos Estados Unidos. A primeira, revelou que 64% dos mais de 3500 trabalhadores consultados gostam da ideia de dividir o espaço de trabalho entre casa e escritório; e a segunda mostra que apenas 13% dos executivos de negócios estão realmente prontos para não voltarem ao escritório de forma definitiva.

“São opiniões e comportamentos que também encontram eco em outros mercados, inclusive no Brasil e em demais países da América Latina. No entanto, um modelo de trabalho híbrido precisa de mais estrutura do que um desktop no escritório, um laptop em casa e uma conexão de internet entre os dois”, diz Edgar Garcia, Diretor Comercial da UiPath para a América Latina. A UiPath é empresa líder global na automação de processos e tarefas repetitivas, via robôs digitais, ou o RPA – Robotic Process Automation. “Na medida em que as organizações mudam para o trabalho híbrido, as lideranças mais visionárias alteram também seus investimentos em tecnologia”, completa Garcia.

Segundo a experiência da UiPath, três ferramentas tecnológicas despontam como fundamentais para a estrutura de TI capaz de suportar o modelo híbrido de trabalho, seguro, funcional e sustentável a negócios de diferentes segmentos. “A alteração para o trabalho remoto em 2020 trouxe à tona a necessidade da transformação digital. Assim, mudanças feitas às pressas em 2020 terão que ser traduzidas em estratégias estáveis para 2021 em diante”.  Conheça abaixo as principais tecnologias que têm norteado os investimentos em tecnologia para um futuro corporativo híbrido pós-pandêmico e de sucesso.

Tudo na Nuvem

Os fornecedores de computação em nuvem e serviços gerenciados têm sido os principais beneficiários da mudança para o trabalho remoto e híbrido, e na oferta de suporte tecnológico que a mudança exigiu. Não apenas mais empresas estão migrando para a nuvem, mas muitas estão fazendo isso com mais rapidez. De acordo com  pesquisa da Radware , realizada em 2020, 76% das empresas adotaram os serviços em nuvem mais rápido do que o planejado.

A pesquisa da consultoria Gartner divulgada este ano também anunciou que serviços de nuvem pública de infraestrutura cresceram 40,7% somente em 2020. “Muitas dessas mudanças se devem à realocação, e não necessariamente ao aumento de orçamentos”, diz Garcia. No entanto, segundo ele, apesar de o mercado de nuvem possuir um potencial de crescimento real, grande parte disso vem de segmentos de tecnologia adjacentes, como a Inteligência Artificial e o próprio RPA, em plataformas integradas que agregam valor às empresas.

Mais comunicação e colaboração

Em um modelo de trabalho híbrido, alguns trabalharão em casa (ou em cafeterias, bibliotecas ou espaços de co-working) enquanto outros, locados em escritório. Para que todos se comuniquem e colaborem com sucesso, as empresas precisarão de ferramentas modernas de comunicação e gestão.  “Sem ferramentas de colaboração eficazes, os funcionários correm o risco de ficar isolados, desengajados e improdutivos. Muitas empresas já investiram em algumas ferramentas de colaboração existentes, mas agora startups estão surgindo com foco específico nas necessidades advindas do trabalho híbrido".

Automação para máxima eficiência e engajamento

“A automação é a tecnologia que tem ajudado as empresas a garantir que as mudanças realizadas na maneira de se trabalhar e no fluxo de trabalho não incorram em perdas de eficiência”, explica Garcia. De acordo com a pesquisa da McKinsey & Company , realizada em 2020 com 800 tomadores de decisão, quase metade deles relataram que a adoção da automação foi moderadamente acelerada em suas companhias e  20% afirmaram vivenciar um aumento significativo na automação.

Segundo a UiPath, quanto maior a empresa, mais a automação de processos e tarefas é necessária. “E ela se mostra ainda mais urgente, inclusive e sobretudo às empresas que não têm como investir nesta nova infraestrutura tecnológica adequada ao modelo híbrido de trabalho”, diz Garcia.  

Para ele, o trabalho híbrido configura a oportunidade ideal para o impulsionamento da transformação digital. “E a automação é uma oportunidade de alta alavancagem, que pode oferecer retornos extraordinários para o investimento que se emprega nela”, conclui.

Sobre a UiPath - A UiPath tem como visão entregar uma empresa totalmente automatizada ™️, ou seja, viabilizar que a automação desbloqueie todo o potencial do negócio. A UiPath oferece uma plataforma de ponta a ponta para automação, combinando sua solução líder em Robotic Process Automation (RPA) com um conjunto completo de recursos, permitindo que cada organização dimensione suas operações em uma velocidade sem precedentes.  


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp