27/09/2021 às 16h51min - Atualizada em 27/09/2021 às 17h40min

Book advisor fala sobre a importância dos influenciadores literários no incentivo à leitura

Com uma linguagem acessível, os conteúdos gerados por influencers digitais estão atraindo cada vez mais leitores

SALA DA NOTÍCIA Verônica Garcia
Ilustração
A era digital trouxe o acesso a uma infinidade de conteúdos para todos os gostos. Por meio da internet é possível encontrar informação sobre quase tudo. Ela aproximou distâncias e democratizou o acesso ao conhecimento. Graças ao dinamismo das redes sociais e à paixão pelos livros há um movimento de influencers que têm criado perfis em diferentes redes para falar exclusivamente sobre livros. Isso é uma ótima notícia para o fortalecimento do hábito de leitura no país pois esses influencers estão atraindo cada vez mais pessoas interessadas nas análises que fazem de uma gama imensa de obras.

Os influencers literários são uma tendência cada vez mais sólida nas principais redes sociais. Conhecidos como booktoks, booktubers, bookgram ou ig literário e booktt (em referência às respectivas redes sociais: TikTok, Instagram, YouTube e Twitter), eles têm fomentado o hábito de leitura por meio de uma linguagem criativa, além de uma maneira mais pessoal de contar histórias aproximando pessoas e livros.

Para Eduardo Villela, book advisor e profissional com mais de 16 anos de experiência no mercado editorial, o influencer é uma tendência muito positiva para o mercado. "Vejo com muito bons olhos, pois eles são grandes incentivadores da leitura. São pessoas falando para pessoas, trazendo uma forma diferente e inovadora de contar o que gostaram e o que não gostaram nos livros que já leram ou estão lendo nesse momento. Eles analisam e resenham os títulos de maneira informal, ao estilo de um bom e interessante bate papo, e isso cria uma conexão forte com seus seguidores.", diz.

O perfil desses influencers pode ser variado: há desde escritores, jornalistas e profissionais do mercado editorial até adultos das mais diversas atuações profissionais, adolescentes e jovens. Por meio de seus perfis e canais nas redes sociais, eles compartilham dicas e resenhas sobre títulos de diferentes áreas e gêneros. "São pessoas que têm em comum uma grande paixão pelos livros e resolveram criar perfis e canais em suas redes sociais preferidas para dividir com outras dicas de títulos, boas histórias e trocar experiências sobre o universo dos livros. Os influencers têm contribuído muito para estimular o hábito de leitura e conquistado cada vez mais leitores para as suas postagens e para as obras que recomendam, o que é muito bom para a cultura e a educação em nosso país. estimulando", explica o book advisor.

"Para editores, autores e livreiros o surgimento dos influencers literários é muito positivo: numa época em que existe uma ampla oferta de plataformas, meios e formatos de acesso ao conteúdo, como filmes e séries no Netflix, Globo Play, Amazon Prime etc e podcasts no Spotify e outros, esses influencers contribuem para valorizar os livros e manter o seu papel de destaque, enquanto uma das melhores formas de se adquirir conhecimento e cultura e também de entretenimento.", enfatiza Eduardo Villela.

Eduardo Villela é Book Advisor e assessora pessoas, famílias e empresas na escrita e publicação de seus livros. Trabalha com escrita e publicação de livros desde 2004. Já lançou mais de 600 livros de variados temas, entre eles comportamento e psicologia, gestão, negócios, universitários, técnicos, ciências humanas, interesse geral, biografias/autobiografias, livros de família e ficção infantojuvenil e adulta.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp