24/09/2021 às 09h42min - Atualizada em 24/09/2021 às 21h20min

Procura por práticas de terapias integrativas cresce durante a pandemia

O uso de óleos essenciais está entre as atividades mais procuradas; conheça os três aromas mais utilizados para a saúde mental e suas funções

SALA DA NOTÍCIA Danieli Crevelaro
Desemprego, luto, insegurança sobre o futuro, sentimento de medo. Não está fácil suportar o peso emocional provocado pela pandemia. Com tantas mudanças, os brasileiros foram em busca de alternativas naturais para controlar o estresse e a ansiedade.

Em 2020, mais da metade da população brasileira (61,7%), recorreu a meditação, fitoterapia, reiki, aromaterapia, homeopatia e outras práticas para o equilíbrio emocional. Esses são dados da pesquisa PICCovid, desenvolvida pelo Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde da Fundação Oswaldo Cruz (Icict/Fiocruz) em parceria com o Observatório Nacional de Saberes e Práticas Tradicionais, Integrativas e Complementares em Saúde (ObservaPICS), também da Fiocruz, e a Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP/Unifase).

Cada vez mais estudadas e reconhecidas, as PICs - Práticas Integrativas e Complementares, também ganham espaço na rede pública. Atualmente, o Ministério da Saúde reconhece 29 práticas ofertadas gratuitamente pelo SUS (Sistema Único de Saúde).

“As PICs complementam os tratamentos convencionais, sendo muito importante para a participação ativa do paciente como protagonista no seu autocuidado. Com essa percepção de um tratamento integral, as melhoras são evidentes”, explica Vinícius Bednarczuk, coordenador dos cursos de Farmácia e Práticas Integrativas Complementares, do Centro Universitário Internacional Uninter.

Uma das opções mais presentes na rotina dos pacientes são os óleos essenciais, que integram a área de aromaterapia. A composição natural é produzida geralmente a partir de folhas, cascas, vegetais e flores, atuando diretamente no sistema límbico, responsável pelo armazenamento de sentimentos e lembranças.

Aromas para a saúde mental

- Lavanda: considerado o mais versátil e útil, reestabelece o equilíbrio mental e atenua estados de ansiedade e tensão, possuindo efeito calmante e sedativo, além de tranquilizar as emoções.

- Bergamota: considerado um dos principais óleos para tratar somatizações físicas de estados emocionais, este óleo acalma a irritabilidade e estimula o entendimento das emoções, além de fortalecer a confiança e a alegria.

- Ylang-Ylang: este óleo trabalha o amor-próprio, a autoconfiança e a sensualidade, além de acalmar sentimentos de frustração, raiva e medos.

Como utilizar

- No ambiente: colocar de 3 a 5 gotas para uma colher de sopa de água em difusor de ambiente.

- No corpo: misturar duas ou três gotas no momento de passar o creme hidratante.

- Difusor individual: colocar duas ou três gotas em um pedaço de algodão dentro de um difusor individual, como por exemplo, um pingente.

- Antes de dormir: para facilitar o sono e espantar a insônia, pingar algumas gotas no travesseiro.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp