20/09/2021 às 17h55min - Atualizada em 20/09/2021 às 18h01min

Dia Nacional de Adotar um Animal será comemorado pelo 21º ano consecutivo

Agregar valores é uma proposta de aprendizado

SALA DA NOTÍCIA Vininha F. Carvalho
https://www.revistaecotour.news
A campanha educativa intitulada Dia Nacional de Adotar um Animal estará completando vinte e um anos no próximo dia 4 de outubro, data dedicada á São Francisco de Assis. Foi idealizada por mim para mobilizar a população por meio de ações, debates,  palestras e seminários que promovam a conscientização  sobre a importância da posse responsável e do controle de natalidade. O direito de viver dignamente, sem dor e sofrimento, por estar abandonado requer o engajamento dos verdadeiros protetores dos animais.

Atualmente a conexão entre tutores e pets ganhou ainda mais força, isso porque a pandemia abriu oportunidades para as pessoas se aproximarem de cães e gatos, entre elas a adoção. Os animais independentemente de ter raça definida ou não, proporcionam inúmeras vantagens para seus tutores. Entretanto é preciso ressaltar que a chegada deles numa família dever ser sinônimo de felicidade e responsabilidade.

A atenção à saúde dos animais é essencial para que eles tenham uma condição de vida digna, para isso, é preciso estar atento quanto à qualidade dos alimentos oferecidos, vacinações, utilização de antipulgas e anticarrapatos. Além disso, é muito importante que sejam realizadas visitas periódicas à clínica veterinária, para que um profissional possa recomendar os melhores cuidados e prevenir possíveis doenças.

Os cães e gatos conhecidos como SRD (sem raça definida} não possuem origem genética determinada e têm descendência do cruzamento entre raças diferentes. Eles não possuem o chamado pedigree, um documento que comprova a linhagem do animal, e sem ele não há como saber a linhagem familiar.

O professor do curso de veterinária do Centro Universitário Una Uberlândia, Flávio Machado de Moraes, explica que nem sempre são apenas duas raças envolvidas, já tendo sido identificados múltiplos traços genéticos em um único animal.

Apesar dos vira-latas estarem presentes em diversos lares, eles também estão na rua. A Organização Mundial da Saúde estima que existam no Brasil mais de 30 milhões de animais abandonados, sendo 20 milhões de cães. Em cidades de grande porte, para cada cinco habitantes há um cachorro. No interior, em cidades menores, a situação não é muito diferente. Em muitos casos o número chega a 1/4 da população humana.

Os cães e gatos precisam sempre da presença dos seus tutores. O carinho e as brincadeiras garantirão o equilíbrio emocional deles. O adotante precisará separar algumas horas para promover interação e passeio.


Como participar desta campanha educativa:

- Divulgando esta proposta para seus amigos, nas escolas e nas igrejas. Enfim, ecoando no coração das pessoas sensíveis através de cartazes confeccionados com muita criatividade. Colocados em vários locais públicos, clínicas veterinárias e petshops, o Dia Nacional de Adotar um Animal irá ajudar muitos animais a encontrarem um novo lar.

- Cada aliado que se disponha ajudar será sempre uma grande conquista e aumentará a possibilidade de diminuir o número de animais abandonados.

- As entidades poderão realizar eventos de manifestação de apoio e assim, fortalecer a sua participação neste processo de valorização e respeito ao animal na sociedade.


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp