17/09/2021 às 14h47min - Atualizada em 20/09/2021 às 09h21min

Mercado imobiliário transforma conceito de habitação social e entrega imóveis de alto padrão

Bairros nobres e residências com design moderno integram projetos de habitações projetadas pela Cooperativa Habitacional CICOM

SALA DA NOTÍCIA AIs Comunicação e Estratégia Ltda
https://www.aiscomunicacao.com.br
Carlos Massini - Presidente CICOM Cooperativa Habitacional
É comum hoje em dia associarmos o conceito de habitação social e habitação acessível, entendendo que ambos têm o mesmo significado. No entanto, ao contrário do que se pensa, essas expressões não possuem a mesma definição.
O termo habitação social, geralmente, é utilizado para se referir a projetos de moradias desenvolvidas pelo governo com o intuito de beneficiar exclusivamente famílias carentes e de baixa renda, que não possuem condições financeiras para adquirir um imóvel pelos meios tradicionais. 
Já a habitação acessível está relacionada a projetos desenvolvidos por meio de iniciativa privada, oferecendo a possibilidade da aquisição de um imóvel com um custo menor do que o praticado pelo mercado imobiliário. 
"A habitação acessível tem como foco principal proporcionar acesso a moradia às famílias com menor poder aquisitivo, no entanto, não está restrita somente a essa parcela da população, podendo qualquer pessoa, indiferentemente da posição social e da renda, fazer parte dos empreendimentos", afirma Carlos Massini, especialista em mercado imobiliário e presidente da CICOM Cooperativa Habitacional.
Para além disso, seja habitação social ou habitação acessível, fato é que esses termos também não estão mais associados às opções simples. A construção civil vem passando, nos últimos anos, por uma grande revolução, e antes, o que era considerado padrão para essas habitações, foi completamente ressignificado. 
Habitação acessível é uma forma de aquisição imobiliária, com condições facilitadas, mas com a entrega de imóveis com padrão diferenciados, atendendo às necessidades de qualquer família.
Em uma nova fase, já há alguns anos, a moradia acessível tem sido vista como uma forma de diminuir a desigualdade social, proporcionando moradias com design moderno, com acabamento de alta qualidade e em bairros tradicionais e equipados com toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento pessoal e social do residente.
"Hoje em dia, habitação acessível significa que a forma de adquirir o imóvel é facilitada, mas, a qualidade, bem como a localização dos imóveis, pode ser equiparada a qualquer outro empreendimento, independentemente do valor. É um estímulo a compra da casa própria ou mesmo para investimentos", revela Massini.
Casa e trabalho no mesmo lugar 
Os efeitos da pandemia também refletiram em uma mudança de hábitos do brasileiro, que em muitas situações, passa mais tempo em casa, inclusive com uma nova realidade para muito, com o home office, fato que manteve o mercado de imóveis aquecido durante este período. "Ao dividir o ambiente familiar com o profissional, surgiu a necessidade de adquirir um imóvel multifuncional, que comporte trabalho, lazer e conforto em um único lugar, o que justifica a procura por imóveis mais espaçosos, bem distribuídos e com localização privilegiada para o bem-estar", esclarece Massini.
Esse também é o princípio das cooperativas habitacionais, que há anos buscam proporcionar a população não somente um local para morar, mas sim um lar, direito básico fundamental que deve ser garantido a todo cidadão.
Os projetos habitacionais da CICOM são desenvolvidos em áreas nobres, tendo fácil acesso a escolas e comércio em geral, recebendo assim, integração completa com serviços essenciais que fazem parte do dia a dia. A cooperativa prioriza a arquitetura de alto padrão, desenvolvendo imóveis com design moderno e excelente acabamento. "Percebemos que é possível construir imóveis de alto padrão e com custo de aquisição reduzido ao inserir sistemas tecnológicos sustentáveis, fazendo adesão de técnicas simples que reduzem os gastos com energia, por exemplo", afirma Massini.
Além disso, é comprovado que, o processo de construção do imóvel por meio de uma cooperativa habitacional é até 40% menor do que as construções imobiliárias tradicionais, tendo em vista que, a cooperativa não visa lucro e a captação de receita é destinada exclusivamente para a construção, dispensando intermediários. Esse fator, viabiliza a aquisição de um imóvel de alta qualidade, sem que a pessoa precise desembolsar mais dinheiro por isso. 

Sobre a CICOM
A CICOM é umas das cooperativas que atuam no estado de São Paulo promovendo o acesso social às habitações. O processo começa com a identificação de um terreno adequado a um projeto habitacional. Na sequência, inicia-se a abertura de cadastramento para que pessoas interessadas se unam com o objetivo de fazer as aquisições dos imóveis. Os cooperados acompanham todas as etapas envolvidas desde o início. Com a definição do projeto de engenharia, então, a cooperativa se encarrega de realizar a arrecadação entre seus cooperados ou ainda, de buscar crédito e então contratar uma empresa construtora para executar as obras. A cooperativa dispõe hoje de diversos dispositivos de segurança que garantem a confiabilidade no processo, extinguindo mitos e conceitos que antes colocavam em dúvida os investimentos. Saiba mais em www.cooperativacicom.com.br.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp