28/07/2022 às 03h03min - Atualizada em 28/07/2022 às 20h50min

‘Teste do olhinho’ ajuda a identificar doenças na primeira infância

Pediatra Roberta Castro destaca a importância do teste e como ele funciona

SALA DA NOTÍCIA Via Assessoria
Freepik
Os primeiros dias de vida de uma criança são um momento muito especial para família, mas também fundamental para saber sobre o estado de saúde do recém-nascido. Neste ponto a realização de exames é importantíssimo como o teste do olhinho. “O teste não faz o diagnóstico, ele faz um rastreio de doença. O objetivo dele é identificar doenças oculares que nascem com o bebê e que podem prejudicar a visão de forma permanente, por exemplo, catarata congênita, glaucoma congênito e retinoblastoma”, explica a pediatra, Roberta Castro.
Ainda segunda médica, o teste do olhinho deve ser parte do exame do bebê-recém-nascido. De acordo com a Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica e com a Sociedade Brasileira de Pediatria, o teste deve ser feito em até 72 horas de vida e repetido pelo pediatra durante as consultas de puericultura pelo menos três vezes ao ano durante os primeiros 3 anos de vida.
“O "teste do olhinho" (também chamado de "teste do reflexo vermelho") é um exame bem rápido e simples e que deve ser feito em todo recém-nascido na maternidade. Esse teste pode ser feito pelo próprio pediatra, isto é, não exige que seja feito pelo oftalmologista”, destaca a Dra. Roberta Castro.
 “Para fazer o teste, o médico apaga as luzes do ambiente e usa um aparelho chamado "oftalmoscópio". Esse aparelho serve para jogar uma luz em cada olhinho do bebê e observar o reflexo dessa luz. Um teste do olhinho normal é aquele em que o reflexo é vermelho nos dois olhos. Caso haja alguma alteração, o reflexo se apresenta com uma coloração diferente da vermelha e, inclusive, pode ser diferente entre os olhinhos.  Funciona como flash de foto. Já repararam nas fotos em que o flash bate direto nos olhos e fica um reflexo vermelho, detalha sobre o exame a pediatra.
O teste que não dói e não tem contraindicações é determinante para o rastreio de doenças que podem diminuir a visão da criança e até mesmo levar a cegueira. Um exemplo é a retinoblastoma. A estimativa é que, por ano, cerca de 6 mil crianças no mundo sejam afetadas por essa doença. 
https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1439461&o=node

https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.png?id=1439461&o=node

https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1439461&o=node

https://agenciabrasil.ebc.com.br/ebc.gif?id=1439461&o=node

“É um tipo de câncer muito comum em crianças e que pode, inclusive, ser fatal se for diagnosticado tardiamente. Um reflexo alterado ou uma falha na visualização do reflexo são indicações para um encaminhamento urgente para um oftalmologista”, alerta e finaliza a pediatra, Roberta Castro.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp