28/07/2022 às 15h07min - Atualizada em 28/07/2022 às 19h03min

Três coisas não ditas sobre o processo de transição capilar

O hairstylist Ricardo Rodrigues, idealizador do conceituado espaço de beleza RIRO Salon, conta algumas dicas incríveis para ajudar na mudança para os fios naturais 

SALA DA NOTÍCIA Isabella Sala de Andrade
Ricardo Rodrigues, especialista em transição capilar e idealizador do RIRO Salon, em São Paulo - Créditos: Divulgação

O retorno aos cabelos naturais têm ganhado força nos últimos anos. Com a quebra de padrões estéticos impostos pela sociedade, diversas pessoas passaram a assumir e amar seus cachos e o volume de seus cabelos do jeito que eles são. A transição capilar, além de garantir a saúde dos fios, traz liberdade para o cabelo, permitindo que eles cresçam livres de componentes químicos, levando-os à sua textura original, e garantindo um resultado maravilhoso, o que faz com que cada vez mais pessoas passem a exibir seus fios naturais. Sejam eles ondulados, crespos ou cacheados, o importante é ter cabelos livres, leves e soltos.

“Por ser uma grande mudança, o tempo de uma transição capilar pode variar entre cada pessoa, e, durante essa transformação, vem de bônus a autoestima, a aceitação e o autoconhecimento. A palavra-chave para todo esse processo é paciência, para lidar com todos os efeitos desse novo visual”, explica Ricardo Rodrigues, especialista em transição capilar e idealizador do RIRO Salon, espaço único de beleza localizado no Jardim América, em São Paulo. O hairstylist, inclusive, já encarou todos esses desafios ao fazer a sua própria transição, após anos passando produtos para alisar os fios. “Eu praticamente raspei o meu cabelo e deixei crescer de novo”, conta.

Com toda a sua expertise e vivência no tema, o especialista separou três conselhos importantíssimos que se fala muito pouco sobre todo esse processo de mudança. Confira, abaixo:

 

1. Você será acompanhado por um desejo de cortar as madeixas

Cortar o cabelo é uma das opções para enfrentar o processo de uma maneira mais rápida e, de certa forma, menos trabalhosa. Essa decisão, geralmente, é indicada para quem já está bem seguro com seu novo visual. “A transição ensina a não ter medo da tesoura, investir em cortes que valorizam os fios e ajudam a disfarçar a transição, é uma ótima opção”, pontua o especialista.

 

2. O cacho da raiz não é o mesmo cacho pós-transição

O uso do cabelo alisado, pranchado ou escovado pode dar a impressão de uniformidade dos fios, mas, quando se dá espaço para a transição capilar, é visto o crescimento natural do cabelo. “ A parte lisa não deixa que os espirais abram e se desenvolvam. Enquanto ela não for embora, o seu cacho não vai aparecer do jeito que ele, de fato, é. É necessário ter paciência para conhecer o seu fio natural”, esclarece o hairstylist. Ricardo ainda ressalta que alguns procedimentos químicos, como a descoloração e coloração, podem alterar o aspecto do fio. “Por isso, durante toda a transformação, é normal perceber uma raiz mais inchada e ver uma diferença de textura”, pontua.


3. Frizz: Eu te aceito na alegria e na tristeza!

O frizz, muitas vezes, é visto como um grande “vilão” da transição capilar, mas, na verdade, ele é apenas uma característica de cada cabelo e de maneira nenhuma tira a beleza das madeixas. Pelo contrário, pode até dar um charme ainda maior e auxiliar no volume dos fios. Segundo Ricardo, o fio arrepiado faz parte da estrutura do fio cacheado. “Mesmo com muitas técnicas para diminuir, eventualmente, ele aparecerá. Não controle o incontrolável, apenas ame-o”, acentua. Por isso é importante se jogar na transição, com frizz e sem medo.

Ainda de acordo com o especialista, se adaptar e entender todas as fases da transição capilar pode parecer complicado, mas o resultado é compensador. “Aprender a amar o estilo do seu cabelo é um grande passo para a autoaceitação. Todo processo exige um pouco de nós, então, aproveite o caminho e viva essa descoberta”, finaliza Ricardo.

 

Serviço:

RIRO Salon (@rirosalon)

Endereço: Alameda Gabriel Monteiro da Silva, 1670 - Jd. América - SP

Contato: (11) 2592-5414 | (11) 2592-5343

Horário: De terça a sábado, das 9h às 20h

 

RIRO Salon

Inaugurado em 2019, em São Paulo, no bairro Jardim América, o RIRO Salon foi idealizado por Ricardo Rodrigues - cabeleireiro com mais de 25 anos de experiência e um dos hairstylists mais concorridos de São Paulo, com reconhecimento a nível internacional. Embaixador de Wella Professionals e GAMA Italy, ele compõe o Team RIRO, ao lado de outros profissionais de peso: Bruno Ximendes, Rafael Theodoro, Luis Augusto e a maquiadora Francine Couto. O projeto do RIRO foi desenvolvido pela paisagista Priscila Bruno. Carinhosamente chamado de “RIRO Space”, o salão conta com dois andares, um jardim vertical, pé direito alto repleto de samambaias e, nos ambientes, há vasos com pés de jabuticaba e pitanga, posicionados em pontos estratégicos, que dão ares de tranquilidade e clima agradável. Um dos destaques da área externa é o RIRO Bistrô, que dispõe de um menu variado, com drinques e pratos deliciosos à disposição dos clientes durante os atendimentos.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp