17/07/2022 às 12h22min - Atualizada em 17/07/2022 às 20h10min

Ecodesign e arte atraem centenas de visitantes para a exposição de peças autorais de Anna Persia Bastos, "Reutilizar para Criar Sustentando o Planeta", no Shopping Cassino Atlântico.

Mostra com curadoria de Marcia Marschhausen, no Espaço BB, trata do impacto do descarte de materiais e a arte do reuso em espaços saudáveis, até o dia 30/7

SALA DA NOTÍCIA PAULA MARIA CORREA RAMAGEM SOARES
Paula Ramagem
Marcelo Wance
Anna Persia Bastos, designer de interiores, traz sustentabilidade e ecodesign para a exposição "Reutilizar para Criar Sutentando o Planeta", com peças de decoração e projetos autorais de interiores, em uma galeria de arte, utilizando descarte de obras e materia-prima fornecida pela natureza, como uma parede revestida de casca de marisco moída, bancos de vergalhão, mesas, espelhos e um gabinete que é uma verdadeira experiência sensorial.
 
 
A arte e o design de interiores se cruzam no propósito de encantamento, de fazer pensar, sentir, atendendo uma necessidade específica de um espaço. Melhor ainda quando os dois são sustentáveis e criam ambientes e espaços saudáveis. Mas como conscientizar, chamar a atenção para a possibilidade de se ter beleza e saúde no mesmo lugar?
 
 
"Na verdade, tudo está relacionado. Não há uma separação. Tudo aqui se conecta no respeito à vida. Somos seres da natureza, precisamos dela para viver. Então, é necessário que se respeite o meio ambiente para que possamos ter uma vida saudável, respeite qualquer forma de vida e qualquer vida. Não são conceitos simples de se trabalhar no interior design. O que busco fazer na minha prática diária é buscar criar projetos que não tenham um impacto negativo no mundo", explica.


"Utilizei o ferro como material principal chamando a atenção para uma questão latente que estamos enfrentando sem muita consciência do impacto disso na nossa vida e Planeta. O descarte de materiais é negligenciado pelos governantes e população, e faço parte de uma classe que deveria estar mais presente e atenta a estas questões. A construção civil gera mundialmente 43% de resíduos que impactam diretamente na vida de todos. Como chamar a atenção para este assunto?


Foi daí que surgiu a ideia e proposta, junto ao Espaço BB , de montarmos uma exposição diferente -  levar para uma galeria de artes um Interior Designer não focado apenas em criar ambientes funcionais e belos. E sim criar uma atmosfera que fizesse as pessoas repensarem o lixo, o resíduo..., tirando do lugar de inservível para um lugar de criação, de beleza e de valor.  
Este é o diferencial desta exposição. Através da cor e do material foi possível criar este ambiente acolhedor e aconchegante, mas também de reflexão sobre nossas atitudes", explica Anna Persia Bastos. Um espaço saudável, sustentável, inclusivo e exclusivo para cada pessoa, pois precisa refletir a energia pessoal.


A mostra, que ocorre até o dia 30 de julho de 2022, com curadoria da arquiteta Marcia Marschhausen, no Shopping Cassino Atlântico,  traz o vergalhão como material principal e a parceria de artistas plásticos, mostrando que arte, design, saudabilidade e sustentabilidade caminham juntos e podem ser transformadores. "O Brasil é o terceiro maior produtor de ferro do mundo. O ferro é um material que pode ser ressignificado em toda a sua vida, imprimindo a passagem do tempo. Trabalho com ele sempre enferrujado, num processo natural, transformando o que poderia ser lixo em soluções de espaço ou objetos de decoração", explica Anna Persia Bastos.
 
 
 
SOBRE O VERGALHÃO COMO MATÉRIA-PRIMA


"O descarte consciente não é uma coisa muito simples aqui no Brasil. Temos muita dificuldade de achar parceiros que estão realmente interessados em levar esta proposta adiante. Na verdade, temos uma obrigação em dar um destino aos materiais que são gerados na obra. Entulho, ferro, vasilhames de tintas, verniz e tantos outros. O que acontece é que  não temos muito acesso a locais que se responsabilizem por tais materiais, tendo a burocracia como um dos grandes empecilhos. Tento, sempre que possível, criar oportunidades, para que os materiais gerados na obra não parem no lixo. Então, todos os materiais retirados da obra, busco doar para pessoas que precisam ou têm interesse. Os ferros, faço campanha para que outros profissionais me doem, já que é o principal material que utilizo em meus projetos. Uso técnicas para gerar menos resíduos numa obra. E assim, vou dando minha contribuição ao mundo", afirma a designer.
 
 
 
SOBRE SUSTENTABILIDADE
 
 
Em relação à sustentabilidade, também está relacionado ao respeito a todas as coisas. Não podemos pensar que não somos responsáveis por um mundo melhor, uma vida mais salutar.  Acredito que não temos saída a não ser buscar um mundo mais sustentável. Sustentável no sentido do não desperdício, de não acabar com as fontes naturais que nos foram dadas e estamos exterminando com tudo, de não aceitação ao trabalho escravo e por aí vai. Em todos os meus projetos sempre busco materiais com baixo impacto, que não agridem o meio ambiente, formas de não gerar tanto lixo, de poluir menos o meio ambiente, de reaproveitar o que o cliente tem, repaginando e dando outro valor a peças e mobiliários. É um olhar amoroso pelo que temos e o medo de perder esta riqueza.
 
 
SOBRE ANNA PERSIA BASTOS

Psicóloga de formação (UNESA), sempre teve o olhar voltado para a importância do espaço na constituição do sujeito. Iniciou estudo para Personal Organizer e daí passou para o Design de Interiores. -  Instituto Marangoni Milano - Escola de Design em Design de Interiores para Profissionais . Especialização em Design de Interiores: ambientação e produção de espaço - IPOG . Mestre em Diversidade e Inclusão em conforto ambiental em espaços de inclusão - UFF . Técnico em Design de Interiores - IBDI . Design de Espaços- metodologia MADEIN - Instituto Europeu de Design. Também cursou Neuro Design, Design Biofílico  e Vegan Design. Preparando o lançamento do livro "Conforto Ambiental e Educação", que já se encontra nos melhores sites de e-commerces do Brasil.

Anna Persia Bastos é designer de espaços, e toca o studio Persia Interiores,  sendo o seu maior prazer  projetar espaços que façam a diferença para as pessoas, acreditando que os ambientes que nos cercam nos influenciam a todo o tempo. Então, por que não criar espaços que beneficiem a vida, que sejam sustentáveis, inclusivos e que respeitem a diversidade? Este é o seu propósito, transformar a vida das pessoas, levando saúde e melhor qualidade de vida aos moradores. Propósito que levou o studio Persia Interiores ao Archathon Sudeste 2022 e a Bienal de Arquitetura de Veneza 2021 , além de ser uma das referências na área.
 
Pacto com a natureza

"A essência dos meus projetos está na busca pela sustentabilidade, sempre com o menor impacto ao meio ambiente, através da reutilização e renovação de materiais e mobiliários de forma criativa".
 
 
ALGUMAS PERGUNTAS PARA ANNA PERSIA BASTOS

01.  O que são projetos saudáveis?

Um projeto saudável leva em consideração sete pontos imprescindíveis para levar saúde aos moradores e/ou usuários dos espaços. Acústica, iluminação, materiais de limpeza, materiais de construção, poluição eletromagnética, qualidade do ar e da água e exercício e lazer.
Quando se projeta é preciso refletir sobre o que está sendo especificado para o ambiente construído e quais as melhores estratégias para melhorar o que já existe.
Não adianta pensarmos somente em um dos pontos aqui listados porque todos influenciam consideravelmente no ambiente e uma casa doente, reflete nos moradores e proporciona doença para todos que usufruem dela. É um conjunto de estratégias e soluçōes de projeto que são pensados e colocados em prática, visando sempre o bem estar e a qualidade de vida dos moradores.
O ar, a água, a iluminação e a ventilação têm uma importância extrema para o bem estar e saudabilidade dos seres. Não vivemos sem eles e se algum deles for de má qualidade, ficamos doentes.
Os materiais que utilizamos na construção pode gerar contaminação. Uma especificação de tinta que contenha contaminantes pode provocar alergias, dores de cabeça, ausência de respiro de paredes ... tudo impactante em nossa saúde. O mesmo acontecendo com os produtos de limpeza que utilizamos em casa. Tudo que colocamos no ambiente em que vivemos tem um impacto em nossa vida.
Em resumo, o projeto saudável tem como  foco a saúde, o bem estar, proporcionando uma melhor qualidade de vida.


02. Por que a preocupação com a inclusão e a sustentabilidade?

Entendo que a inclusão de todos em qualquer espaço é vital. Somos todos diferentes e respeitar esta diversidade é respeitar o outro em sua totalidade.
Os espaços precisam ser pensados para todos, de forma a acolher e a dar autonomia a todos que usufruem dele.
Em relação à sustentabilidade, também está relacionado ao respeito á todas as coisas. Não podemos pensar que não somos responsáveis por um mundo melhor, uma vida mais salutar.  Acredito que não temos saída a não ser buscar um mundo mais sustentável. Sustentável no sentido do não
desperdício, de não acabar com as fontes naturais que nos foram dadas e estamos exterminando com tudo, de não aceitação ao trabalho escravo e por aí vai. Em todos os meus projetos sempre busco materiais com baixo impacto, que não agridem o meio ambiente, formas de não gerar tanto lixo, de poluir menos o meio ambiente, de reaproveitar o que o cliente tem, repaginando e dando outro valor a peças e mobiliários. É um olhar amoroso pelo que temos e o medo de perder esta riqueza.


03. Explique os  preceitos da sustentabilidade, do Design Biofílico, da Casa Saudável, Geobiologia e do Vegan Design. O que são e de que forma eles influenciam no seu trabalho?

Na verdade, tudo está relacionado. Não há uma separação. Tudo aqui se conecta ao respeito à vida. Somos seres da natureza, precisamos dela para viver. Então, é necessário que se respeite o meio ambiente para que possamos ter uma vida saudável, respeite qualquer forma de vida e qq vida. Não são conceitos simples de se trabalhar no interior design. O que busco fazer na minha prática diária é buscar criar projetos que na6o tenha um impacto negativo no mundo.
Se posso especificar um couro vegetal, porque vou especificar um couro animal? Se posso reutilizar, ressignificar móveis de família, porque vou especificar um mobiliário novo e aumentar a geração de lixo no mundo? Se posso melhorar a saúde interna dos ambientes, porque não vou especificar materiais naturais que não geram poluição? Se fazemos parte da natureza, porque não levá-la para os interiores criando oportunidade de reconexão com o nosso habitat principal?
Esses são os pensamentos que norteiam o meu trabalho.


04. Explique o conceito de 'casa saudável'.

O conceito de casa saudável está voltado para criar ambientes que geram saúde para os moradores. Vivemos 90% da nossa vida em espaços construídos e eles são comprovadamente mais poluídos do que os ambientes externos. Neste conceito de projeto, pensamos o espaço como gerador de saúde, então, o que fazer para que ele realmente gere saúde aos moradores ou usuários dos espaços? Pensar em que tipo de mobiliário especificar, tipo de tinta, se o ambiente é banhado por iluminação e ventilação natural, em proteção de espaços de longa permanência ... tudo isso faz a diferença na vida das pessoas.


05. Qual a importância e a característica do design de interiores ecobiológico?

Aqui tem muito a ver com a economia circular e a sustentabilidade. Usar materiais que estão disponíveis próximo a nós ajuda a não gerar poluição. Não necessitamos de transporte para levar o material, menos poluição, menos combustível, menos engarrafamento .... menos carro na rua. Utilizando o mercado local, promovemos a economia do local, desenvolvemos o local.

A durabilidade é de extrema importância. Usar produtos que acabam rápido significa que serão descartados no meio ambiente, gerando mais lixo e fazendo ter mais produção. Impacta nos recursos naturais também.
 
 
 
Anna Persia Bastos / studio Persia Interiores
Instagram:  @persiainteriores
Facebook:  https://www.facebook.com/persiainteriores
Linkedin:  https://www.linkedin.com/in/anna-persia-bastos-4a971a34/
Twitter:  https://twitter.com/p_persia
Site:  https://www.studiopersiainteriores.com/
Contato (21) 99660-5571
E-mail annapersia@studiopersiainteriores.com
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem
Fotos: Marcelo Wance


Espaço BB @espacobbartesvisuais
Av. Atlântica, 4.240 - sala 311 - Gabinete
Shopping Cassino Atlântico
Posto 6 - Copacabana
Visitação: até 30 de abril, de terça a sábado, das 12h às 19h
Entrada franca
Censura livre
Acessibilidade e estacionamento no local.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp