15/07/2022 às 21h53min - Atualizada em 16/07/2022 às 15h41min

FestMAO Curumim disponibiliza espetáculos e rodas de conversa pelo YouTube

SALA DA NOTÍCIA Verbo Nostro
A 1ª edição do FestMAO Curumim - Festival de Música e Arte Infantil que teve encerramento da parte presencial no dia 3 de julho, segue agenda on-line com lançamentos diários de vídeos de toda a programação até o próximo domingo (17/7). Voltado para crianças na faixa etária entre dois e 12 anos, o evento foi realizado em formato híbrido e apresentou na primeira fase rodas de conversa com transmissão on-line e tradução em Libras, e atividades presenciais no Teatro Municipal da cidade (Complexo Cultural Morro do São Bento, s/nº). A agenda cultural foi totalmente gratuita e fica disponível integramente pelo canal Palco FestMAO do YouTube (www.youtube.com/c/PalcoFestMAO).

O festival teve inspiração no tema “Brincadeira” - ideia contida na música “Toda Brincadeira”, de Carol Capacle (letra) e Allê Trajan (música e arranjo). A proposta dos organizadores foi proporcionar às crianças o acesso à experiência de um evento artístico, lúdico e pedagógico pensado especialmente para elas. “Fizemos um mergulho pelo rico repertório popular brasileiro, tanto musical, quanto narrativo”, explica a atriz e narradora de histórias Carol Capacle, produtora executiva e uma das curadoras do festival.
  


O FestMAO Curumin aconteceu durante seis dias e reuniu 15 horas de atividades com 17 atrações e 53 artistas participantes. “Foram sete meses de pré-produção e produção, com resultado muito positivo – tanto para o formato presencial quanto para o on-line”, comenta a produtora Carol Capacle. Os números comprovam a percepção dos organizadores. Foram 828 pessoas nas plateias presenciais, mais de 550 views nas rodas de conversa e mais de 1 milhão de impressões nas redes sociais. 

O músico e produtor cultural Allê Trajan, também idealizador e diretor artístico do evento, diz que o festival cumpriu com todos os objetivos planejados desde a concepção e superou sua proposta de gerar economia criativa para o setor cultural. Foram mais de 130 profissionais envolvidos direta e indiretamente na produção do festival, o que segundo ele, movimenta a cadeia envolvida dando oportunidade de trabalho aos artistas, produtores, equipes técnicas, iluminadores, cenógrafos, área de comunicação e audiovisual, entre outros. “Produzir um festival deste porte nos realiza - por toda agenda que foi possibilitada, de forma gratuita à população, e pela geração de renda ao setor cultural, área muito vulnerável durante a pandemia com distanciamento social e sem funcionamento de espaços artísticos”, analisa.
   


Participaram das rodas de conversa on-line o músico Paulo Tatit, muito conhecido pelo trabalho com o grupo Palavra Cantada; a compositora e regente Thelma Chan (São Paulo); as contadoras de histórias e arte-educadoras Giselda Perê (São Paulo), Niní Kemba (Salvador), Lucia Morais Tucuju (Rio de Janeiro) e Natália Araújo (Ribeirão Preto). O festival também contou com os artistas Anabrisa Tamaso e Edinho Souza (Franca), Ademir Apparício (Jardinópolis), Carol Capacle, Allê Trajan, Evaristo Moura, Renata Martelli, Lorena Ramos, Tânia Alonso, Fernanda Sotto, Gabriel Galhardo, Gracyela Gitirana e Luiz Gonzaga (Ribeirão Preto). A agenda musical teve a presença da Cia Dois Palitos (Araraquara), Grupo Manuí (Sorocaba), CantaVento (Campinas) e Projeto Toque da Lata (Ribeirão Preto) que fechou a programação. Um dos destaques do festival ficou por conta dos irmãos Lucas e Léo Santarosa (Ribeirão Preto) – que fizeram performances criativas, lúdicas e envolventes, com interatividade com a plateia a cada apresentação.

Valor socioeducativo
Allê Trajan ressalta a importância de colocar o público infantil em contato com as diferentes manifestações artísticas presentes no festival - tanto para a formação pessoal como para o processo educacional. “Foi muito emocionante ver a reação da plateia novamente, depois de um intervalo de tempo sem esse contato. Uma fase difícil, mas necessária por causa da crise sanitária”. Para ele, a aproximação do artista com o público alimenta essa relação e traz ainda mais motivação para a área cultural desenvolver seu trabalho. 
  


Carol Capacle também destacou a importância do público infantil ter acesso a histórias narradas ou cantadas, o que na sua visão de artista e produtora cultural, contribui para o desenvolvimento infantil em aspectos diversos, como a percepção que a criança tem de si mesma, fortalecimento de sua identidade cultural, relacionamento social, formação de vocabulário, autoconhecimento como ser pensante, plural e diverso e até nos sentimentos da criança”, explica a produtora.

Agenda on-line
Desde o dia 8 de julho, a equipe de produção do FestMAO Curumim tem disponibilizado os vídeos das apresentações presenciais no canal Palco FestMAO pelo YouTube. Os registros serão disponibilizados até o próximo domingo (17/7) e poderão ser acessados por cerca de seis meses. “Reunimos um rico acervo audiovisual, que pode ser utilizado pelas famílias durante as férias como forma de entretenimento de qualidade ou em horas livres para brincar e estar com as crianças. O material também pode ser explorado pelas escolas e instituições culturais a qualquer momento e promover atividades interativas e debates com as crianças”, recomenda Carol.   
  


Todo o material gravado e finalizado do FestMAO Curumim destaca a valorização da oralidade, da literatura e da música brasileiras, privilegiando recortes especiais com temas das culturas indígena e negra.  

Origem do evento
O FestMAO Curumim é uma extensão do FestMAO 2021, festival musical on-line realizado em abril do ano passado para o público adulto. “A ideia surgiu da necessidade de redescobrir o fazer artístico em meio à pandemia e, agora, essa jornada musical se estende para o público infantil, que era um projeto guardado há algum tempo”, revela Allê Trajan. 

O projeto tem aprovação do ProAC Direto 38/2021, através da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, e conta com apoio cultural da Secretaria Municipal de Cultura e Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto. 

FICHA TÉCNICA FESTMAO CURUMIM
Produção Executiva e Curadoria: Carol Capacle
Direção Artística e Curadoria: Allê Trajan
Coordenação de Produção: Fernanda Moura
Assistência de Produção e Curadoria: Tânia Alonso
Mediação Atividades Formativas e Curadoria: Vandreza Freiria
Direção Técnica - Horacio Silveira
Vídeo - Torres Comunicação 
Áudio e Sonorização - Nova Digital e Finalize Audio Mastering
Designer Gráfico: Cami Vincci
Assessoria de Imprensa: Verbo Nostro Comunicação
Social Media: Agridoce Digital & Marketing
Web Designer: Ramon Jardim
Teaser e AfterMovie: Imagem Sonora
Fotografia: Vinícius Barros
Intérpretes de LIBRAS: AME Libras
Cenografia: Vladimir Veloso
Técnico Stream Yard: Leo Gallo
Realização: Capacle Produções Artísticas

Instagram e Facebook: @festmaocurumim
YouTube: www.youtube.com/c/PalcoFestMAO
Link para música tema do festival: "Toda Brincadeira":
www.youtube.com/watch?v=UQ3TrUALKO8

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp