14/07/2022 às 11h18min - Atualizada em 14/07/2022 às 12h41min

Encontro Anual AASP e a relevância da área educacional dentro da Associação

Desde 2010, a Associação de Advogados de São Paulo – AASP organiza encontros regionais que levam conhecimento sobre as diversas áreas do Direito e promovem interação com a advocacia.

SALA DA NOTÍCIA Ricardo da Silva
https://www.aasp.org.br/
divulgação
Desde 2010, a Associação de Advogados de São Paulo – AASP organiza encontros regionais que levam conhecimento sobre as diversas áreas do Direito e promovem interação com a advocacia. Neste ano, após dois anos sendo realizado de maneira virtual, a Associação volta a realizar o seu tradicional Encontro Anual AASP no formato presencial. O evento, que está na sua 13ª edição, acontecerá nos dias 25, 26 e 27/08, na cidade de Campos do Jordão. A palestra de abertura será com o escritor e navegador Amyr Klink e ainda terá a presença dos ex-ministros do Supremo Tribunal Federal, Ayres Brito, Cezar Peluso e Sepúlveda Pertence.
Os encontros anuais AASP tornaram-se parte do calendário de eventos da classe jurídica. Em 2019, o então presidente, Renato Cury destacou a importância do evento por conta da expansão da AASP pelo país. No 9º Encontro Anual que foi realizado em Belo Horizonte, contou com a presença internacional. Espanha e Brasil estiveram juntos na aula magna. O primeiro palestrante foi o professor José Maria Coello de Portugal, da Universidade Complutense de Madri, além da presença do ministro do Superior Tribunal de Justiça e corregedor nacional do Conselho Nacional de Justiça, João Otávio de Noronha.
No ano de 2014, o evento foi realizado no Sheraton São Paulo WTC Hotel e contou com a presença de mais de 500 participantes, dentre eles o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso. Podemos dizer que o Encontro AASP já se consolidou no meio jurídico. Em 2020, primeiro ano da pandemia, o evento foi realizado digitalmente. O sucesso foi tamanho que, somando a audiência de todos os painéis, chegamos ao número de mais de 3 mil inscritos. Aquela era a primeira vez que o evento era realizado no modelo híbrido.
Para 2022, abrindo o Encontro AASP, contaremos com a presença do escritor e navegador Amir Klink que passará suas experiências de vida e seus aprendizados ao redor do planeta. Klink é um símbolo brasileiro quando o assunto é desbravar o mundo. O navegador, ainda em 1978, fez sua primeira viagem internacional de moto de São Paulo até o Chile; seis anos depois, em 1984, realizou a inédita travessia solitária a remo do Oceano Atlântico Sul. A jornada de 3.700 milhas percorridas ao longo de 100 dias, quando cruzou a remo o Atlântico entre a Namíbia e a Bahia, foi retratada no best-seller Cem Dias entre Céu e Mar. Os presentes com certeza, irão se inspirar com as histórias e aventuras deste paulistano que é, sem sombra de dúvidas, um cidadão do mundo.
Além de Amir Klink, contaremos também com os palestrantes: Claudia Bernasconi, vice-presidente da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB-SP; Danyelle Galvão, Presidente da Comissão de Litigância Estratégica da OAB-SP; Flávia Bittar, foi vice-presidente da Câmara de Mediação e Arbitragem Empresarial – Camarb, entre outros.
É importante destacar que estamos trabalhando para ampliarmos a diversidade, tanto nos temas que serão abordados quanto nos palestrantes que estarão presentes no Encontro AASP 2022. Por falar em diversidade, começamos no último mês de junho uma série de webinars que serão realizados em datas relevantes. A proposta é conscientizar e reforçar a importância do respeito e da promoção de equidade social e profissional.
O primeiro foi realizado no último dia 28 de junho, nesta data, ocorrem manifestações e eventos pelo Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+. A data celebra e marca a luta de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais, queer, intersexuais, assexuais e demais identidades pela inclusão e respeito, importante processo na luta contra a violência e exclusão.
A AASP escolheu a data para abrir a série de webinars, pois trata-se de um tema atual crucial não apenas para a advocacia, mas para toda a sociedade. Falar sobre diversidade, equidade e inclusão em nosso país. Nós entendemos que falar sobre temáticas sociais é fundamental para fazermos nosso papel na busca pelo avanço que desejamos, em que todas e todos possam ser quem são, sem medos ou receios.
A Associação acredita que não exista uma real transformação do coletivo sem debate, troca de ideias e informação. Além deste, a série contará com eventos para os direitos das pessoas com deficiência, para a equidade racial e de gênero, para os idosos, entre outras.
Ainda dentro da área educacional, neste ano de 2022, nós já realizamos alguns encontros valorosos com representantes de entidades educacionais de todo o país. A ideia dessas conversas é criar e reforçar parcerias que visam levar sempre o aprimoramento e o aperfeiçoamento dos profissionais da advocacia.
O mais recente foi realizado em maio, contou com os representantes da Associação que propuseram a realização de cursos em parceria com a Escola de Magistrados da Justiça Federal da 3ª Região – EMAG. Na ocasião, o desembargador federal Nino Toldo esteve presente e o presidente da AASP, Mario Costa, destacou a necessidade da aproximação das duas classes, não havendo melhor maneira de promover essa integração senão por meio de eventos culturais.
A Associação preza e prioriza o conhecimento e a formação profissional de associados, associadas e operadores do Direito. Para aqueles que desejam se aprimorar na carreira profissional e se destacar no mercado de trabalho, a AASP também oferece cursos de pós-graduação, promovidos em parceria com renomadas instituições de ensino, cursos preparatórios para o exame da Ordem e para concursos de ingressos em carreiras públicas.
Além de tudo, a Associação iniciou o ano de 2022 com novidades para ampliar seu apoio aos profissionais que atuam na área jurídica, possibilitando a inscrição nos quadros da Associação de bacharéis em Direito, com até três anos de formação.
A iniciativa decorreu de uma atualização no Estatuto, no final do ano passado, e acompanha as tendências do mercado. Ao fazer parte da maior associação de advogados da América Latina, os bacharéis terão acesso a diversos benefícios, entre eles os cursos e workshops sobre temas atuais do Direito.
Nosso trabalho é incansável, e continuaremos pensando de maneira eficaz em novas maneiras e formas de levar o conhecimento e o debate jurídico para além das portas físicas das Unidades da AASP. O conhecimento nunca é demais, liberta transforma e tira a venda dos nossos olhos, o conhecimento nos faz enxergar a vida de uma forma diferente, e ilumina as nossas mentes, fazendo-nos discernir mais longe e ampliando nossos horizontes e as nossas perspectivas.  
Nos manteremos vigilantes na manutenção dos encontros e das atividades educacionais, sejam eles presenciais ou online, pois as trocas interpessoais são essenciais para o bem-estar e a qualidade de vida da nossa classe em todas as idades, mesmo que a mudança repentina trazida pelos novos tempos tenha gerado essa dificuldade de convívio social e tenha afetado de maneira individual as nossas emoções, trazendo insegurança, medo, frustração e angústia.
Contudo, manter a interação social, mesmo à distância, pode ser a chave para driblar os efeitos negativos deste período de pandemia. Ter bons contatos profissionais é uma vantagem em qualquer área de atuação ou segmento, porém para a advocacia isso assume uma importância fundamental na prestação dos serviços aos cidadãos. Não basta, para nós, termos o conhecimento técnico sobre sua área de atuação. É preciso ter uma rede de conexões que podem trazer novos clientes e firmar novas parcerias.
Somos um país jovem, em idade e em população, temos muito a aprender e evoluir como pessoas e Estado, todavia isso só acontecerá com a participação de cada um de nós e a AASP trabalha para que a advocacia pratique e busque alcançar o bem comum e uma sociedade mais justa e pacifica para todas as advogadas, advogados e o jurisdicionado.
Acredito que não vamos conseguir voltar à realidade anterior, porque aquela já não existe mais, somos seres diferentes com pensamentos atitudes distantes daquelas que possuíamos até o início da pandemia, porém vejo que o isolamento social não nos fez desaprender a viver socialmente, acredito numa reinvenção das relações interpessoais e numa sociedade mais fraterna.
Flávia Hellmeister Clito Fornaciari Dórea, Diretora Cultural da Associação dos Advogados de São Paulo – AASP
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp