12/07/2022 às 09h59min - Atualizada em 13/07/2022 às 01h10min

Plano Safra 2022/23 é de R$ 340,8 bilhões para apoiar a produção agropecuária nacional

A Biomovement Ambiental é correspondente do Banco do Brasil em processos de acesso ao crédito rural, via Plataforma Broto, que nasceu para ajudar os produtores rurais a expandirem os seus negócios.

SALA DA NOTÍCIA Yara Lucia Provatti de Lima
www.homebiogas.com.br
No dia 29 de junho, o governo federal lançou o Plano Safra 2022/2023, disponibilizando R$ 340,88 bilhões em apoio à produção agropecuária nacional até junho próximo. Este valor reflete um aumento de 36% em relação ao ano anterior. Desse montante, R$ 246,28 bilhões serão destinados ao custeio e comercialização e 94,6 bilhões para investimentos.
Os recursos com juros controlados somam R$ 195,7 bilhões (alta de 18%) e com juros livres, R$ 145,18 bilhões (alta de 69%). O montante de recursos equalizados – a parte que não é cobrada do tomador - cresceu 31%, chegando a R$ 115,8 bilhões na próxima safra.

O Plano Safra 2022/2023 também aumentou de 50% para 70% a possibilidade de uso dos recursos das Letras de Crédito do Agronegócio (LCA), título de renda fixa emitido por bancos para financiar atividades agropecuárias. A expectativa é que a medida gere maior participação do mercado de finanças privadas do agro, com expansão de títulos como a CPR, CDCA, CRA, além da LCA.

Pequenos e médios produtores – Os recursos para os pequenos produtores rurais tiveram um acréscimo de 36%. Serão destinados R$ 53,61 bilhões para financiamento pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com juros de 5% ao ano (para produção de alimentos e produtos da sociobiodiversidade) e 6% ao ano (para os demais produtos).

Para o médio produtor, no âmbito do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), foram disponibilizados R$ 43,75 bilhões, um aumento de 28% em relação à safra passada, com juros de 8% ao ano.
Para os demais produtores e cooperativas, o total disponibilizado chega a R$ 243,4 bilhões, com taxas de juros de 12% ao ano. Os produtores rurais também podem optar pela contratação de financiamento de investimento a taxas de juros pós-fixadas.

Sustentabilidade - O Programa ABC, que financia a recuperação de áreas e de pastagens degradadas, a implantação de sistemas de integração lavoura-pecuária-florestas e a adoção de práticas conservacionistas de uso, manejo e proteção dos recursos naturais, contará com R$ 6,19 bilhões, com taxas de juros de 7% ao ano para ações de recomposição de reserva legal e áreas de proteção permanente e de 8,5% para as demais.

Foi criado o Programa ABC+Bioeconomia, para investimentos em sistemas de exploração extrativista não madeira e produtos da sociobiodiversidade e sustentáveis. E também é destinado R$ 1,95 bilhão para o Programa Proirriga.

Tecnologias - Por meio de programas como o Inovagro, o Plano Safra disponibiliza recursos para o incentivo à inovação tecnológica e para investimentos necessários para a adoção de boas práticas agropecuárias e de gestão da propriedade. Na próxima safra, o Inovagro terá R$ 3,51 bilhões em recursos, com juros de 10,5% ao ano. Entre os financiamentos previstos estão os investimentos relacionados a sistemas de conectividade no campo, softwares e licenças para gestão, monitoramento ou automação das atividades produtivas, além de sistemas para geração e distribuição de energia produzida a partir de fontes renováveis.

A Biomovement Ambiental é correspondente do Banco do Brasil em processos de acesso ao crédito rural - a empresa, que atua baseada nos pilares da tecnologia, da inovação e do desenvolvimento sustentável, recebeu a chancela para atuar como correspondentes do Broto, a plataforma digital da BB Seguros e do Banco do Brasil que nasceu para ajudar os produtores rurais a expandirem os seus negócios.

As empresas e produtores interessados a se candidatarem ao crédito rural disponibilizado por meio do Broto e voltado ao fomento da tecnologia e da inovação no setor por meio da aquisição de máquinas, implementos, equipamentos de energia, irrigação e armazenagem, serviços, insumos e tecnologias voltadas à agricultura de precisão, podem se cadastrar entrando em contato diretamente com a Biomovement Ambiental. Após o cadastramento e encaminhamento feito pela Biomovement Ambiental, a aprovação do crédito se dá pelo próprio banco.

“Ser um facilitador do acesso ao crédito destinado à transformação do agronegócio por meio da inovação e tecnologia faz parte do DNA de nossa empresa”, afirma Leandro Toledano, CEO da Biomovement Ambiental.

Desde 2018, a empresa atua como representante exclusiva no Brasil dos biodigestores da HomeBiogas, tecnologia patenteada e presente em mais de 100 países, que tem modificado a forma como as pessoas gerenciam os resíduos sólidos orgânicos, tanto pela questão da preservação ambiental, como da economia. Os biodigestores transformam esses resíduos (fezes animais, restos de comida, cascas de legumes, ovos e frutos, por exemplo) em biogás para cozinhar e em biofertilizante para a preparação do solo para o plantio. 

“Negócios que transformam realidades são aqueles que nos interessam e fazer parte do crescimento sustentável do agronegócio brasileiro mostra que estamos no caminho certo”, completa Toledano.

Para saber mais, entre em contato: www.homebiogas.com.br
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://itaqueraemnoticias.com.br/.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp