Encontro da maçonaria reúne 1,2 mil empresários

content image

parceria com as principais obediências maçônicas do Estado – o Grande Oriente São Paulo (GOSP), o Grande Oriente Paulista (GOP) e a Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo (GLESP). “Quando percebemos que estávamos passando pela maior crise da história do nosso País, uma crise que não foi iniciada por nós, mas pela qual fomos os maiores atingidos, a Associação Comercial começou a realizar rodadas para fomentar negócios entre os empreendedores, incluindo um encontro com empresários maçons”, explicou João Bico, vice-presidente da ACSP.
Para o grão-mestre do GOP, Pascoal Marracini, o 1º LEMA é uma integração entre empresários que “vai gerar um incremento na economia; assim, com a melhora da economia, poderemos retomar nosso destino”.  Kamel Aref Saab, grão-mestre do Grande Oriente São Paulo (GOSP), explicou que o encontro surgiu numa conversa informal entre seus integrantes, rapidamente abraçada por toda a comunidade maçônica. “O momento era certo. Nosso País passava por um problema político e econômico e o LEMA veio ao encontro da necessidade de reverter isso.” O grão-mestre da Grande Loja Maçônica do Estado de São Paulo (GLESP), Ronaldo Fernandes, destacou o ineditismo da reunião das três obediências paulistas. Mais do que isso, ressaltou a importância da maçonaria para o Brasil. “Esse País está tomando um rumo de crescimento. Estamos melhorando cada vez mais o País e a maçonaria tem um papel fundamental nesse sentido”, comentou Fernandes.
Convidado a palestrar durante a cerimônia de abertura do 1º LEMA, o prefeito de Chapecó, Luciano Buligon, contou como a cidade catarinense superou a tragédia aérea que vitimou quase a totalidade do clube de futebol local e mobilizou o mundo.”. De acordo com Buligon, após a tristeza que tomou conta de todos os brasileiros, deu-se início a um processo de resiliência, fraternidade, solidariedade e reconstrução de um povo.Também estiveram presentes no encontro os deputados estaduais Pedro Kaká (Podemos), Delegado Olim (PP) e Itamar Borges (MDB), além dos vereadores Gilson Barreto (PSDB) e Gilberto Natalini (PV). O prefeito de Chapecó/SC, Luciano Buligon (PSB), e o senador italiano Fausto Guilherme Longo e do deputado Fábio Porta.O valor arrecadado com as inscrições será revertido para quatro instituições de caridade. O evento foi patrocinado pela São Cristóvão Saúde, com apoio do Diário do Comércio, Sicredi, Vinícola Goes, Chopp Germânia, Ulock, Village, Belfort, Engecommerce e Café Santa Monica.