Doria e Alckmin juntos na convenção do PSDB

content image

O prefeito de São Paulo, João Doria, e o governador paulista Geraldo Alckmin participaram dia 29 último,  domingo,  da convenção municipal do PSDB de São Paulo e defenderam unidade do partido nas eleições de 2018. As convenções municipais são o primeiro passo no processo de eleição dos novos dirigentes do PSDB. Em seguida, serão realizadas as convenções estaduais e a nacional. “Essa é uma convenção da união, união na cidade de São Paulo, união no estado de São Paulo, união nacional. O PSDB unido vai marchar em São Paulo, no estado e no Brasil para defender os brasileiros, defender o emprego, defender o crescimento econômico. O governador Geraldo Alckmin e eu estaremos juntos ao lado de todos do PSDB”, disse Doria. Uma data importante, a maior cidade brasileira, convenção do PSDB. Não há democracia sem partidos políticos , partidos com ideário, com programa. “Estamos buscando um bom entendimento, estarmos todos unidos para servir ao Brasil. Temos grandes desafios, reformas para retomar o crescimento que interessa: emprego, renda, qualidade de vida para a população”, disse Alckmin. Os tucanos elegeram para novo presidente do diretório o vereador paulistano João Jorge, que teve 857 votos contra 46 contrários e 10 em branco. Ao todo, 1.198 delegados tinham direito a voto e o novo presidente destacou a alta participação na eleição. Para ele, o PSDB chegará unido à eleição presidencial de 2018. “São Paulo é simbólico. O diretório municipal sempre tem disputa. Este ano conseguimos juntar forças. Tendemos à pacificação do partido e à unidade. A gente quer ganhar a eleição”, afirmou. Na 1ª - vice-presidência Fernandão; 2ª vice-presidência Adriana Ramalho; secretário Leudo e tesoureiro, Jorge Damião. O Diretório Zonal do Parque do Carmo compareceu em massa para apoiar o candidato João Jorge, que já contava com o apoio do governador Geraldo Alckmim e do prefeito João Dória, do presidente da ALESP deputado estadual Cauê Macris e de seu pai, o deputado federal Wanderlei Macris.