Paulinho da Força é reeleito presidente

content image
Após aclamação como presidente, Paulinho da Força recebe congratulações do presidente da câmara dos deputados Rodrigo Maia

Dia 22 de setembro, durante a convenção  nacional do Solidariedade realizada no Palácio do Trabalhador, em São Paulo, o deputado federal Paulinho da Força foi reeleito presidente para os próximos dois anos. No evento compareceram cerca de 2000 pessoas e reuniu ainda o governador do estado de São Paulo, Geraldo Alkmin, o prefeito da cidade João Dória Jr., o presidente da Câmara Federal  Rodrigo Maia entre os deputados estaduais e federais do Solidariedade. Aclamado por  unanimidade,  em seu discurso de posse,  Paulinho da Força “destacou a defesa da legenda em prol do desenvolvimento econômico  do país, da geração de empregos e renda, reformas que valorizem o trabalhador brasileiro.” Ao lado dos membros da nova diretoria, o presidente comprometeu-se com o crescimento do partido em todo o país. “Temos grande participação na Câmara Federal, deputados estaduais, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e uma militância crescente, com mais de 250 mil filiados. Queremos um partido com sustentação e força, trabalhamos com esse objetivo”, disse Paulinho.
Pronunciamento das autoridades – Durante discurso, o governador Geraldo Alckmin destacou o trabalho dos parlamentares do Solidariedade por um Brasil mais justo para todos. Ele destacou a participação do partido e de seus deputados em momentos históricos do país e na luta incansável em defesa do trabalhador. “O Solidariedade sempre está envolvido nas questões mais importantes da política brasileira e que influenciam na vida dos trabalhadores. Admiro o empenho do partido e de sua liderança. É desta força que o Brasil precisa”, afirmou. Já o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ressaltou o apoio do Solidariedade aos projetos que visam a melhoria da economia do país, com geração de emprego e renda. Na Convenção esteve presente, ainda, o prefeito de São Paulo, João Doria Jr. Em seu pronunciamento ele frisou que “Paulinho é um agregador, de forte liderança e grande capacidade de negociação, e que o Solidariedade trabalha pelo Brasil e quer, como nós, a retomada do emprego e da renda. Isto é amar o Brasil!”